"Eu serei mãe por toda a vida. Ele será criança só uma vez" (19/10/15)



Dias atrás, estava em cima da hora para levar meu filho à escola, e, por mais que eu fizesse tudo muito rápido, Henrique "enrolava" o tempo inteiro: disse que queria tirar uma soneca (tinha acabado de acordar!); brincou para tomar o leite; conversou com o "ralinho Bud" da pia dele e, por isso, parava de escovar os dentes a todo momento; depois de estar com a calça do uniforme, quis me mostrar que já sabia tirar aquela peça sozinho; foi pegar um carrinho para levar, mas resolveu sentar no tapete da salinha de brinquedos e testar qual carro deveria escolher.. Quando, finalmente, conseguimos sair de casa, ele não queria ir direto para o carro, pois queria pisar em cada tampa de ralo que via no caminho e saber porque algumas tinham diferentes sons.

Enfim, saímos em direção à escola. Eram 8:15 quando arranquei com o carro, sendo que ele deveria estar dentro da sala de aula as 8h.


Eu, esbaforida, e ele sentado na cadeirinha falando os nomes de todos os carros que passavam na rua e que eu deveria seguir até o colégio. Ao chegar na escola, desci correndo, mochila em uma mão, ele em outra, quando ele me diz: "calma, mamãe! Deixa eu ver ali! Voce viu que lua ta aparecendo de dia?!"


Naquele momento percebi o quanto nós, adultos, nao percebemos muitas belezas no dia a dia.

Deixei meu pequeno na sala e voltei pensando sobre o significado do TEMPO nas nossas vidas... 


Claro que os adultos tem horarios a serem cumpridos. E que essas crianças crescerão e também terão grandes responsabilidades, e cabe aos pais ensinar isso desde cedo. Mas, vi que existe um meio-termo: por que nao acorda-lo um pouco mais cedo para que ele possa cumprir os horários, mas que tenha o tempo que ele precisa para essas atividades (tão corriqueiras para nós, e tão impressionantes para eles!)?!


Ah, o tempo... Ele passa tão rápido! 

Ainda ontem eu era acordada de 3 em 3h e já estava achando q nunca mais teria uma noite inteira de sono. Naquele momento, ficaria em êxtase com 5h na cama. Agora, meu bebê cresceu e dorme 11h seguidas.

Ainda ontem eu cantava músicas para um serzinho que estava dentro da minha barriga, hoje ele me ensina as músicas que aprende na escola.

Ainda ontem eu estava em dúvida de qual seria o melhor modelo de carrinho para passear com meu neném, hoje nos divertimos em frente às vitrines das lojas que tem os carros que ele tanto gosta.


Curti e quero continuar curtindo cada fase da vida do meu pequeno príncipe, aprendendo com suas descobertas, observando as coisas com seu olhar puro e ingênuo.

 Pular em poças de água de tênis na volta da escola?! Bem, tênis podem ser lavados... Assim como as paredes podem ser pintadas, sofás reformados.. Mas aquela gargalhada deliciosa com pequenos dentinhos de leite à mostra não vai durar para sempre.. Alias, até vai, mas apenas na minha mente ou nos vídeos gravados.


Antes de me irritar com algo sem tanta importância, respiro fundo e me lembro de que eu serei mãe por toda a vida. Ele será criança só uma vez.


E também não dá para esquecer que presença não pode ser substituída por presentes. 

Beijos, abraços e declarações de amor nunca são demais. Colo também é bom demais.

Aproveito agora porque sei que, daqui um tempo, naturalmente, essas demonstraçòes de amor vão mudar. 


Em hipótese alguma sou a favor de não ter autoridade ou não colocar regras. Pelo contrario, na hora em que é preciso impor limites ou acabar com uma birra, não me importo que digam "a mamãe vai ficar brava", porque vou mesmo. E ele sabe disso. Mas na hora de carregar 16kg  no colo por metros, so porque sei que ele esta caindo de sono, eu vou. E ele tb sabe disso.


Escrevo tudo isso para agradecer a você, Henrique, por ter me escolhido como sua mãe, e por me ensinar tanta coisa dia após dia. Que Deus te abençoe por toda sua vida com muitas felicidades, amor, paz e sabedoria.

Você é minha melhor parte. 

PARABÉNS!!! O aniversário é seu, mas o presente é meu. Te amo para sempre




"Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?" 

(Fernando Pessoa)




Tópico: "Eu serei mãe por toda a vida. Ele será criança só uma vez" (19/10/15)

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!