Alteracões Intestinais na gestaçao - por Dr Fabio Alex Marques (12/01/14)

Hoje tem novidade no blog: post feito pelo nosso mais novo colaborador, Dr Fábio Alex Marques!

O tema de hoje diz respeito as ALTERAÇÕES INTESTINAIS NA GESTAÇÃO.  



A constipação é um problema digestivo muito comum, sendo bastante freqüente no período gestacional. A gestação é seguida de constipação em aproximadamenteuma em cada quatro grávidas. Na maior parte o quadro se instala já no início, no primeiro trimestre.

Para melhor caracterização, foram estabelecidos critérios que facilitam o diagnóstico, que incluem: ritmo intestinal com menos de três evacuações por semana, sensação de dificuldade para evacuar, fezes pequenas e endurecidas e sensação de evacuação incompleta. Considera-se constipado o paciente que apresentar dois ou mais desses sintomas por período mínimo de três meses ao longo do ano.

As manifestações clínicas das alterações funcionais do tubo digestivo são freqüentes na gestação e por serem freqüentes as queixas de constipação na gestação, levam obstetras a prescrever laxativos rotineiramente.

Além dos muitos fatores relacionados à constipação na gestante, destacamos aqueles que podem ser melhorados com algumas mudanças de hábitos; fatores estes que devem ser considerados a gênese (causa) ou o agravamento dos sintomas, como a pouca ingestão de água e fibras alimentares, o sedentarismo entre outros.

Para que tenhamos uma gestação livre de alterações intestinais como a constipação, devemos tentar as mudanças de hábitos antes da ingestão de medicamentos laxativos, e estas medidas incluem:



• Um programa alimentar, que controla a obstipação e o peso exagerado da gestante
• Nível de atividade física, que proporciona o bem estar, melhora do transito intestinal bem como o controle do peso da gestante
• Ingestão de água, que melhora a hidratação da pele, bem como melhora do transito e consistência das fezes
• Quantidade adequada de fibras, melhoria da transito intestinal


  

Algumas dicas valiosas que devem ser tentada:

1.Criar uma rotina diária para ir ao banheiro
2.Não adie a vontade de evacuar, ao primeiro sinal, devemos ir ao banheiro.
3.Aumente a ingestão de líquido como água, água de coco, sucos naturais e se tiver duvidas de quanto ingerir por dia, vai ai uma regrinha básica que nos ajuda muito: devemos ingerir aproximadamente30ml água por quilo de peso, ou seja, para uma pessoa de 60 kg, deverá ingerir  um pouco mais de 1800ml de liquido por dia.
4.Não beba líquido durante as refeições
5.Evite alimentos gordurosos
6.Não fique em jejum por longos períodos e faça uma alimentação fracionada, ou seja, como pouca quantidade de 3/3h
7.Mastigue bem os alimentos e evite falar durante àalimentação, com isso evitamos a aerofagia ( engolir o ar) que evitará as eructações (arrotos), náuseas e indisposições após as alimentações.
8.Aumente o consumo de alimentos ricos em fibras como as folhas cruas, laranja ameixas e outros
9.Evite alimentos como cha-preto, achocolatados, refrigerantes e frituras
10.Se não houver risco de parto prematuro ou alguma outra contra indicação, procure fazer uma atividade física regular, como natação, hidroginástica, Pilatese caminhar pelo menos 30 minutos ao dia



Fabio Alex Marques

 https://www.drfabioalex.com.br

https://www.portalbraganca.com.br/belezaesaude

(11) 4033 6699, (11) 30786532


 

Tópico: Alteracões Intestinais na gestaçao - por Dr Fabio Alex Marques (12/01/14)

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!