1 ano e 10 meses... Presente de grego: A PRIMEIRA CONJUNTIVITE!

20/08/2014 10:18


Nessa 2ª feira, chego na escola para buscar meu pequeno e já recebo o recado para passar na enfermaria, onde Henrique esteve 2x naquela manhã.. Logo pensei: mãe de menino realmente sofre! Rsrs

O motivo da 1ª visita foi um "encontrão com uma mesa" que resultou em um vermelhinho na testa. Ok, absolutamente nada fora do comum.

Já a 2ª visita aconteceu porque meu baby estava coçando muito os olhinhos e começou a juntar uma secreção em um dos olhos.. Como na 6ªf anterior uma outra criança da sala dele estava com suspeita de conjuntivite, então, o melhor a fazer era passar em consulta médica para tirar qualquer dúvida.

Mal deu tempo de eu chegar em casa e ligar para a pediatra, já me ligaram da escola confirmando a CONJUNTIVITE da outra pequena.


O mais estranho é que meu filhote passou todo o fim de semana super bem, sem demonstrar nenhuma irritação ou coceira nos olhos e, de repente, o olhinho direito estava inchado e com secreção. Claro que em pouco tempo o esquerdo passou a apresentar os mesmos sintomas, afinal, como explicar para um bebê de 1 aninho e 10 meses que não pode coçar um olho e tocar no outro em seguida??

Outro fato relevante é que, de repente, passou a ter o narizinho escorrendo sem parar, como se estivesse em meio a um resfriado - e nao estava!


Bem, comecei a fazer, várias vezes ao dia, compressas de algodão com soro fisiológico, e, no dia seguinte foi a vez do Henrique "visitar" a pediatra. Foi qdo ela diagnosticou o quadro de conjuntivite bacteriana - uma das diferenças da forma viral, é a presença de secreção amarelada nos olhos.


tratamento indicado foi: 

- COMPRESSAS de soro fisiológico ou água mineral, várias vezes ao dia

- uso de um COLÍRIO antibiótico (vendido apenas com receita médica) por 5 dias

- Uso de SORO FISIOLÓGICO no narizinho, pelo menos 4x ao dia


E, claro, preocupação máxima com a higiene das mãos e troca de toalhas e fronhas todos os dias, enquanto perdurarem os sintomas.


Meu baby também ficará afastado da escola até não haver mais secreção nos olhos, o que deve acontecer em aproximadamente 1 semana.


Vale a pena lembrar que existem 3 formas de conjuntivite: VIRAL, BACTERIANA OU ALÉRGICA.

A bacteriana é a única que necessita de medicação (colírio antibiótico ou pomada oftalmológica). 

Nos outros 2 casos, há apenas a necessidade das compressas.


Há quem diga que a compressa morna alivia a dor... Eu não sei dizer, pois nunca tive essa doença... Pelo menos até hoje. Vamos ver se passo imune apesar do enorme contato com o pequeno.

O fato é que, realmente, parece doer muito, pois, sempre que vou fazer compressas ou mesmo limpar os olhos do Ike com algodão, ele reclama MUITO, chora bastante - e ele é super bonzinho para limpar o nariz com soro e ingerir a maioria dos medicamentos.


Em relaçao ao colírio, a tática é pingar no cantinho interno do olho 2 gotinhas para que entre a "meia gota necessária" para surtir efeito! Rs


As formas viral e bacteriana são altamente contagiosas, o que não acontece no caso da forma alérgica da doença.


Vamos retornar em uma semana ao consultório médico. 

Espero que essa doença passe logo, pois corta o coração ver meu bebê tão abatidinho desse jeito..

Uma pena não conseguirmos tirar as dores deles e passarmos para nós, não é mamães???


Segue abaixo um artigo do site Baby Center ( https://www.babycenter.com.br ) explicando detalhadamente a CONJUNTIVITE:





Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!